AQUIIIII

Quantos quilos uma gestante pode engordar?

You are currently viewing Quantos quilos uma gestante pode engordar?

Engordar durante a gestação é algo inevitável, uma vez que um novo ser começa a crescer e se desenvolver dentro da mulher. É a mãe quem oferece, através de sua alimentação, todos os nutrientes necessários para seu bebê.

No entanto, muitas delas acabam sofrendo com o excesso de peso, prejudicial para sua saúde e do filho que está crescendo.

Durante a gestação, quantos quilos a mulher pode engordar?

Na realidade, não há um consenso entre médicos do país e de todo o mundo. Alguns estabelecem que a quantidade de quilos a mais deveria ficar na faixa de 9 a 11, outros indicam 7 a 14 e há ainda quem fale entre 11 e 15.

No Brasil, duas tabelas são seguidas por profissionais da saúde. A primeira indica que a quantidade mais saudável é de 11 a 16 quilos ganhos, desde que a mãe inicie a gestação com peso normal e o índice de massa corpórea (IMC) entre 19 e 26. A segunda indica que a mulher deve engordar no máximo 15 % de seu peso no início da gestação.

Dicas para não engordar demais

Como o sobrepeso pode causar problemas, seguem dicas para que a mulher consiga manter o equilíbrio com a balança durante a gravidez:

  • Coma várias vezes pequenas refeições durante o dia, mais ou menos de 3 em 3 horas. Evite ainda ficar muito tempo sem comer para não exagerar de uma só vez;
  • Mastigar bem e comer devagar ajuda na sensação de saciedade;
  • Evite alimentos gordurosos, processados, refrigerantes e excesso de carboidrato. É necessário que a dieta seja saudável, com carnes grelhadas, assados, integrais, frutas verduras e legumes;
  • Atividades físicas podem continuar fazendo parte da vida da mulher gravida. O médico deve indicar se há alguma restrição, mas exercícios leves como caminhadas, hidroginástica e yoga trazem muitos benefícios para mãe e filho, e ajudam a manter o peso.

 

Equipe Gestação Bebê

A equipe de redatores do Gestação Bebê é formada por jornalistas e profissionais convidados de diversas áreas, como pediatria e psicologia.

Deixe um comentário