O que fazer quando o bebê cair?

As mães ficam apavoradas, mas as quedas dos bebês podem acontecer e acabam, infelizmente, sendo mais frequentes do que se imagina. Abaixo, reunimos alguns dos principais cuidados para você conter o nervosismo e agir da melhor maneira possível caso seu filho caia:

Verifique se seu filho está realmente bem

A primeira reação da criança ao cair é chorar – e elas abrem o maior berreiro, o que impressiona ainda mais os pais. Mas não se deixe impressionar tanto, pois muitas coisas estão contidas naquelas lágrimas, inclusive o susto.

Os tombos mais comuns dos bebês acontecem quando eles caem de camas, berços, sofás, trocadores, carrinho. Em outras situações, quando estão mais crescidos e querem descobrir cada cantinho da casa, podem querer “escalar” ou subir em algo que não comporta o peso dos pequenos, tombando ou caindo sobre eles.

Logo após o tombo, os pais devem verificar atentamente se está tudo bem com a criança, principalmente se ela tiver caído e batido as costas e a cabeça. Observe hematomas, cortes e até mesmo fraturas. Se houver desmaio, leve imediatamente o bebê ao pronto-socorro.

 Leia ainda: Moda de inverno para gestantes

De olho nele

Após as primeiras verificações, mesmo que tudo esteja bem, não tire o olho do bebê. Você deve prestar atenção em seu comportamento até 24 horas depois da queda, principalmente se ele bateu a cabeça.

Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

Ossos flexíveis

Os bebês possuem ossos muito mais flexíveis do que os dos adultos, por isso é mais difícil que sofram fraturas devido a quedas.

Pode ou não pode dormir?

Após uma queda importante, principalmente se o bebê bater a cabeça, é importante não deixa-lo dormir nas primeiras horas. A medida serve para que os pais consigam analisar seu comportamento e detectar se há algo errado.

Ligue para seu médico

Após o tombo do bebê, ligue para o pediatra e explique tudo. Fale sobre as circunstâncias, sobre a altura e sobre possíveis hematomas. Relate ainda ações estranhas, irritação excessiva, sono exagerado, falta de apetite, vomito.

Avalie este conteúdo!