Meu bebê ronca, isso é normal?

O ronco nos bebês não é normal. Muitos pais acreditam que depois de um dia cheio, a criança pode roncar por estar muito cansada. Mas, o ronco certamente está associado a algum problema nas vias aéreas da criança, o que deve ser investigado pelo médico. Ele geralmente vem associado a respiração pela boca, ao invés de ocorrer pelo nariz.

Recém-nascidos podem ter obstrução nasal

Os recém-nascidos podem ter obstrução nasal durante seus primeiros meses de vida. Isso pode provocar espirros frequentes e até mesmo dificuldade para mamar. Os médicos indicam que os pais façam a limpeza do nariz utilizando soro fisiológico. Depois deste período, a respiração passa a se dar de maneira normal, sem qualquer barulho.

Leia ainda: Como tratar bronquite na gestação

Por que alguns bebês roncam?

Os bebês podem apresentar dificuldade para respirar quando estão gripados ou resfriados. Isso pode ainda geral barulho, como o ronco. Após os dois anos de idade, se o bebê roncar pode ser por alguns motivos que devem ser investigados: aumento da amídala ou aumento da adenóide, sando que ambas prejudicam a respiração normal. Neste casos, você deve levar seu bebê ao médico para que ele verifique e dê o diagnóstico correto.

Outras questões que podem estar relacionadas ao ronco do bebê são apnéia do sono e rinite alérgica.

Respiração pela boca

A maior parte dos bebês que ronca não respira pelo nariz durante a noite, e sim pela boca. Observe se seu filho tem mal hálito, infecções de garganta frequentes voz rouca.

Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

De olho no bebê

Os pais devem estar sempre atentos a seus bebês, observando qualquer coisa de anormal. É preciso verificar se estão se desenvolvendo normalmente, comendo, crescendo e ganhando peso. Outro ponto é verificar se estão tendo muitas infecções respiratórias. Quando levar a criança ao pediatra, lembre-se de relatar qualquer anormalidade.