Incontinência urinária após a gestação

A incontinência urinária é um problema que afeta grande parte das mulheres que realizam parto vaginal. Isso porque este tipo de parto pode provocar diversas lesões em nervos, músculos e trato urinário. Algumas mulheres convivem com o incomodo por meses após o nascimento de seus filhos e outras até mesmo por anos. Mas, é possível tratar o problema e preveni-lo, inclusive conhecendo algumas de suas outras possíveis causas.

Parto por cesárea pode provocar incontinência urinária?

Não só pode, como infelizmente provoca. Segundo dados, cerca de 10% das mulheres que optam pelo parto vaginal adquirem incontinência urinária. Quando analisado o índice do parto com cesárea, ele sobre para quase 16%. Mas, qual é a explicação? A explicação é o trabalho de parto longo, que pode acabar por lesionar nervos e reduzir a força dos músculos do assoalho pélvico.

Leia ainda: Língua presa, o que fazer?

Causas da incontinência urinária

Além do parto vaginal, alguns são os fatores que interferem o durante e o pós-parto que podem provocar a incontinência urinária, como as várias gestações que a mulher pode ter, o nascimento de bebê pesando mais de quatro quilos, utilização de fórceps, obesidade da mulher e trabalho de parto bastante prolongado em caso de parto vaginal.

Prevenção e tratamento

Existe uma maneira de prevenir a incontinência urinária. Sua eficácia é ainda maior quando realizada desde antes do parto, durante a gestação. Trata-se dos exercícios perineais. Nestes casos, o indicado é que a mulher continue realizando os exercícios logo após o parto, o que reduz consideravelmente as chances de se ter o problema.

Já em mulheres com os sintomas, o tratamento pode ser feito com a associação de exercícios perineais e recursos fisioterápicos.

Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

Como são os exercícios?

O programa de exercícios para estes casos possui movimentos personalizados. O treinamento muscular faz com que a mulher recupere o controle e a percepção da região pélvica, aumentando a capacidade de contração e coordenação dos músculos da região.