Importância da música para bebês

Não são só os adultos que gostam e sentem os benefícios da música. Quando ainda somos pequenos é que começamos a nos identificar com estes sons. E, antes disso, ainda dentro da barriga das mães, os bebês já começam a ouvir os ritmos do ambiente externo. Veja a seguir a importância da música para as crianças e também para as gestantes:

Os primeiros sons

Ainda nos primeiros dias de vida, os bebês já conseguem perceber pequenos sons. A voz de sua mãe, que o acompanhou durante os nove meses de desenvolvimento uterino, será o primeiro som que ele vai reconhecer.

Leia ainda: Tabela do sono para saber se o bebê dorme o suficiente

A importância da música para mães e bebês

Segundo uma pesquisa realizada na China, gestantes que ouvem música regularmente apresentam menores chances de problemas graves e muito comuns durante o período, como ter depressão e de sofrer com estresse e ansiedade.

Para as crianças, a música é essencial para o desenvolvimento da fala e para o aumento do vocabulário, estimulando o aprendizado de novas palavras. Ela ainda promove o despertar do interesse para novos sons e as capacidades cognitivas.

Foto: i.telegraph.

Foto: i.telegraph.

Calmante

É muito comum assistirmos a vídeos na internet de crianças que estão chorando e, de repente, quando ouvem uma música, param instantaneamente. É isso mesmo, a música tem ainda o efeito de acalmar e relaxar as crianças.

Estimule o pequeno

Ainda durante a gestação, a mulher deve colocar música também para que o bebê ouça, deve cantar pra ele e conversar sempre.

A escolha da música

Os pais devem estar atentos às músicas que oferecem a seus bebês. É importante observar a complexidade do vocabulário e optar por músicas direcionadas para o público infantil e para a idade do bebê. Comece com os sons mais simples e vá depois introduzindo os mais complexos.