Grávida pode usar colírio para conjuntivite?

You are currently viewing Grávida pode usar colírio para conjuntivite?

Existe sim, um ponto que tem que ser observado de forma diferente, em relação a conjuntivite na gravidez: grávidas não podem se utilizar do tratamento comum com colírios.

A conjuntivite, nada mais é, do que a inflamação de uma membrana que cobre a maior parte dos olhos, como o globo ocular, e a parte que fica por detrás da pálpebra. É uma doença de contágio por vírus ou bactérias, podendo ser também de viés alérgico.

Não é uma doença perigosa, inclusive para as grávidas, não apresentando riscos sérios para o bebê. Apenas deve-se ter o tratamento necessário para que não haja problemas de cegueira, ou problemas de visão, na mãe – que é uma advertência para qualquer pessoa que tenha contraído conjuntivite.

Conjuntivite na gravidez é perigoso?

colirio antibiotico para gestante
O tratamento deve ser feito com base em outros meios para diminuir os sintomas. Como meios naturais, por exemplo.

Estima-se que cerca de 90% das conjuntivites sejam contraídas de forma viral. Ou seja, 90% das conjuntivites não apresentam quaisquer riscos sérios a saúde e visão.

Apenas os tipos de conjuntivite bacteriana, que devem ser analisados com cautela, e exigem um tratamento mais sério, por terem alguns riscos de causar cegueira aos portadores da doença.

Mas na maioria dos casos, só é necessário aliviar os sintomas que causam incômodo, e esperar – por ser uma doença que o próprio corpo se encarrega de tratar com o passar de algum tempo.

Em relação às grávidas, não é diferente. A conjuntivite não apresenta nenhum risco para o bebê, e não afeta em nada a saúde do feto.

Sim, é lenda o que dizem sobre grávida não poder contrair conjuntivite de forma alguma porque pode causar danos ao bebê. Caso aconteça de você contrair a doença, fique calma, procure um médico, que ele deverá passar o melhor tratamento para você.

Leia também:
Visão embaçada na gravidez: é normal?
10 alimentos proibidos para grávidas nos primeiros meses de gestação

Uso de colírio na gestação

Grávida pode usar colírio para conjuntivite
Foto: Livestrong

Algumas pesquisas apontam que 3% dos defeitos congênitos no feto, se devem ao uso de medicações sem orientação médica durante a gravidez. O uso de colírios está nessa lista.

Muitas grávidas aplicam colírio nos olhos, por conta própria, ou por verem alguma pesquisa sem fundamentação na internet ou por conselho de alguém que não entende muito sobre saúde.

O uso de colírios na gravidez é perigoso sim, assim como qualquer medicação não indicada por um profissional da saúde, e que contenham em suas fórmulas agentes que afetem o sistema e metabolismo da mãe, podendo refletir no estado do feto.

A automedicação, e o uso abusivo de colírios durante a gestação, aumentam os riscos de a mulher sofrer hipertensão, ou outras doenças cardiovasculares. Além de que, o tratamento diário com o uso de determinados colírios, como os mais usados no tratamento para glaucoma, por exemplo, podem causar aborto espontâneo na maioria dos casos.

Como tratar conjuntivite na gravidez

qual o melhor tratamento para conjuntivite
Foto: Lifestyles

No caso das conjuntivites virais, ou alérgicas, para auxiliar no tratamento é indicado a procura de métodos eficazes para diminuir os sintomas.

Listamos aqui alguns dos tratamentos que podem de ajudar a aliviar os sintomas, sem causar qualquer risco para a saúde do bebê.

– A primeira dica para um melhor tratamento é: não esfregue os olhos.  Pode até trazer um alívio para aquela coceira que incomoda, mas retarda bastante o processo de cicatrização.

– De manhãzinha, quando acordar, lave os olhos com água morna.

– Durante o dia, mantenha os olhos sempre limpos e secos, utilizando sempre lenços e papéis descartáveis – ao invés das mãos – e lavando o rosto com água abundante, ou compressas de soro fisiológico.

– Outra dica que é bastante eficaz para alívio dos sintomas, é a aplicação de compressas com chá de camomila (frio) ou suco de cenoura, sempre em intervalos de tempo de aproximadamente 15 minutos por vez, e de 2 a 3 vezes por dia.

Lembrando que para o tratamento de qualquer doença durante a gravidez, é essencial procurar um médico especialista no assunto para a indicação do melhor tratamento. No caso da conjuntivite o conselho é o mesmo, devido ao não conhecimento de qual tipo de conjuntivite foi contraída.

Equipe Gestação Bebê

A equipe de redatores do Gestação Bebê é formada por jornalistas e profissionais convidados de diversas áreas, como pediatria e psicologia.

Deixe uma resposta