Com Bronquiolite, filho de Rafa Brites e Felipe Andreoli fica na UTI por 6 dias

You are currently viewing Com Bronquiolite, filho de Rafa Brites e Felipe Andreoli fica na UTI por 6 dias

A repórter do “Mais Você” revelou como foi a experiência com o seu bebê na emergência, Rocco, que teve bronquiolite e precisou ficar internado por 6 dias numa encubadora.

Bronquiolite é uma infecção comum em crianças. Ela se caracteriza pelo o inchaço e o acúmulo de muco nos bronquíolos, que são os principais tubos de respiração do pulmão.

A doença geralmente ocorre quando os bronquíolos se infectam por um vírus. O Vírus Sincicial Respiratório é o principal causador dos casos de Broquiolite, ele costuma infectar os bebês até os 2 anos, nas estações mais frias do ano. A Bronquiolite também pode ser causada por outros vírus, dentre eles o Adenovírus, o Rinovírus e o Metapneumovírus.

A Bronquiolite é contagiosa e a forma de contaminação mais comum é pelo ar, geralmente quando uma pessoa infectada tosse, espirra ou fala. A doença também pode ser transmitida através de objetos compartilhados.

Os sintomas da Bronquiolite surgem como uma infecção respiratória e, após alguns dias, o bebê manifesta outros problemas respiratórios como a tosse seca e o chiado no peito.

A primeira ida de Rocco ao hospital foi para fazer o raio X do pulmão. O bebê voltou para casa, mas logo teve que retornar ao Hospital para ter cuidados e tratamentos específicos da Bronquiolite.

Leia aindaBebê com tosse seca: o que fazer?

Veja o post em que a repórter compartilhou sua primeira experiência com o seu bebê na emergência:

Raio-X Hoje tivemos nossa Primeira ida ao pronto socorro com o Rocco, muito mais cedo que o esperado.Foi uma bronquiolite leve mas afinal alguém espera esse momento ? Ver ele com algum tipo de dor ou desconforto dói em mim. Pode ser só uma careta por gases. Não importa preferia que fosse um soco em mim. Como é difícil manter a calma. Como é difícil fazer a malinha pra sair. Acabei pegando roupa pra 1 mês com medo que ele fosse internado. Em meio a essa confusão. Hora eu acalmando o meu marido,hora ele me acalmando, é engraçada essa dinâmica parece que nunca os dois sucumbem juntos. Eu me deparei com uma gratidão. Parece quase masoquista. Mas agradeci por ter conhecido um outro lado meu. Me ví forte. Com a sacola dele num braço a carteirinha do plano (que ainda é um luxo) no outro, o segurando para fazer os exames. Mesmo sem dormir a noite sem tomar café da manhã eu estava ali e poderia cuidar de 10 crianças se preciso fosse. Vi de fora a mutação. Vi a Rafa mulher tomando conta da Rafa menina. Por dentro chorando mas por fora plácida, conversando com meu filho que estava tudo bem, que já ia passar… Não tem espaço pra o vitimismo. Na hora do raio X. Fui ao banheiro,comi um pão de queijo (sim no banheiro) chorei, enxuguei e saí recomposta. Em volta várias outras mães, pais e avós com as caras de assustados e valentes ao mesmo tempo. As atendentes com um olhar solidário mesmo acostumadas com essa cena..Da vontade de ter feito medicina! Mas imagino que outro dia eu terei desejo de ter feito odonto, psicologia etc. E acho que viramos especialistas em variedades.

Uma publicação compartilhada por Rafa Brites (@rafabrites) em

Internação

Rafa Brites revelou que este foi um dos momentos mais angustiantes da sua vida, e que ver seu filho internado não foi um desafio fácil. “Ver meu galeguinho de 1 mês e pouco internado na UTI durante 6 dias numa encubadora assim foi o maior desafio que já passei em toda a minha vida. Achei que meu leite ia secar de tanta lágrima que derramei. Desde que ele nasceu veio direto pro meu colo e dali não saiu. Eu tava tipo leoa. Na maternidade, nem pro berçário deixei levarem porque queria fazer tudo sozinha!”, disse ela em seu Instagram.

Leia mais: Como prevenir e tratar infecções respiratórias no bebê

A esposa do apresentador Felipe Andreoli fez questão de agradecer a todos os funcionários do Hospital, que dedicaram os 6 dias para cuidar e tratar o pequeno Rocco. “Nessa quase uma semana na Uti Neo Natal da Casa de Saúde São José ele foi cuidado por MUITAS pessoas. Cada plantão chegava alguém novo. Uma enfermeira mais fofa que a outra. Cada médica(o) mais dedicada que a outra. Fisioterapeutas o fazendo ficar cada vez melhor. A mim só cabia amamentar. Entreguei ele nas mãos desses profissionais. Fiquei segura. Fiquei calma. E acima de tudo GRATA”, agradeceu Rafa Brites. 

O pequeno Rocco já está em casa e com saúde, e a repórter, além de agradecida, alerta aos papais: “PS: atenção papais redobrem o cuidado nessa época do ano VSR vírus sincicial respiratório. Álcool em gel em tudo. Máscara em quem estiver com algum sintomas. Evitar lugares fechados. Vale darem um Google para se informarem melhor.”

Equipe Gestação Bebê

A equipe de redatores do Gestação Bebê é formada por jornalistas e profissionais convidados de diversas áreas, como pediatria e psicologia.

Deixe uma resposta