Estética na gestação: quais o tratamentos permitidos

Durante a gestação, algumas atitudes que antes eram corriqueiras, precisam ser repensadas, e este é o caso dos tratamentos estáticos.

Pensando no bem-estar da mãe e do bebê, alguns procedimentos precisam ser suspensos. Outros, no entanto, estão permitidos. Afinal, ficar bonita e bem durante a gestação é fundamental.

 Leia ainda: Aplicativos de celular e tablet para bebê

O que é permitido e quais os benefícios

Drenagem linfática:

A massagem lenta e suave é bastante indicada para gestantes, pois ajuda a diminuir a retenção de líquidos, o inchaço e a prevenir a celulite.

Acupuntura:

A acupuntura, tanto a facial quanto a corporal, ajuda a diminuir o inchaço e retenção de líquidos. No rosto, contribui ainda para o rejuvenescimento dos tecidos.

Pedras quentes:

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A terapia de pedras quentes coloca pedras envoltas em óleos aromáticos em contato com a pele, fazendo massagens. A região da barriga, no entanto, deve ficar de fora.

Ofurô drenante

O banho de ofurô drenante deve estar a uma temperatura agradável. Os óleos ajudam na desintoxicação e no estimulo dos vasos linfáticos.

Peeling de cristal:

O procedimento é pouco invasivo, pode ser feito em várias regiões e atua retirando o tecido morto. Os benefícios são combate às estrias.

Limpeza de pele:

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Muitas mulheres notam o aumento da oleosidade e o surgimento de espinhas. A limpeza de pele ajuda de maneira muito positiva, mas o uso de ácidos deve ser evitados.

Terapia capilar:

Muitas terapias capilares utilizam produtos químicos prejudiciais, e estão proibidas. Outras, no entanto, usam argila, óleos essenciais e algas. Os cabelos costumam sofrer durante a gestação, e estre tratamento ajuda a acabar com a oleosidade excessiva e com a queda de cabelo. Ele contribui ainda para fios mais hidratados.

Tratamentos proibidos

Alguns dos tratamentos proibidos são drenagem linfática mecânica, estimulação russa, mesoterapia, terapias intradérmicas, peeling químico e toxina butolítica.


  • Adicione um comentário

    *