Dicas para evitar e curar assaduras no bebê

As assaduras, também chadas de dermatite, irritam a pele do bebê e causam incomodo e dor.

Muitas mães compram diversos produtos, às vezes os mais caros, e mesmo assim não conseguem combater o problema.

O fato é que para afastar de vez as assaduras de seu filho é necessário cuidados constantes, principalmente com a troca de fraldas. Veja a seguir algumas dicas importantes que podem ajudar:

Por que as assaduras aparacem?

As assaduras podem aparecer por diversos motivos, como higiene inadequada, sensibilidade à fralda, pomada ou outro produto utilizado no bebê com frequência, pH das fezes, alimentação.

Principais cuidados: limpeza e troca constante de fraldas

A limpeza da pele do bebê é fundamental. No início, o aconselhável é fazer de três em três horas ou após as mamadas.

A troca de fraldas deve acompanhar este ritmo. O bebê deve ficar o menor tempo possível com a fralda suja ou úmida, com a pele em contato com urina ou fezes.

 Leia ainda: Dicas para combater nervosismo na gestação

Dicas importantes

Para ajudar a afastar o problema, os pais devem deixar o bebê alguns minutos sem fralda, para que a pele possa “respirar” um pouco. A ventilação do local deve receber mais atenção em dias quentes.

O talco é utilizado por muitas mães, mas pode ser vilão. Ele pode atuar abafando a pele e atrapalhando ainda mais sua recuperação.

Receitas caseiras

Existem algumas receitas caseiras, passadas por gerações que não possuem contra-indicação e podem ajudar.

Algumas delas são passar amido de milho, clara de ovo e chá de camomila no local.

Bons produtos

Aliados importantes de todos os cuidados apresentados acima são os produtos de qualidade.

Aposte em uma fralda com alta capacidade de absorção da urina, pomadas e cremes hidratantes, sem perfume e hipoalergênicas.

Outra dica importante é ficar sempre atenta à pele do bebê. Caso algo mais grave apareça, consulte um médico.