Dicas para escolher o pediatra do bebê

A escolha do pediatra é algo bastante importante, tanto para a mãe quanto para o bebê. O profissional é quem vai cuidar de perto da saúde de seu filho durante o período em que ele é mais frágil, vulnerável e indefeso, dos primeiros meses ao final da infância.

A relação deve ser pautada na confiança, e para escolher o profissional ideal é preciso levar em conta alguns critérios:

 Leia ainda: Como escolher a creche ideal para o bebê

Como escolher o pediatra ideal?

  • Empatia: isso é algo que acontece, ou não, logo na primeira consulta. A mãe perceberá, através da primeira conversa, sinais como seu interesse em saber detalhes da gravidez e da vida do bebê;
  • Primeira consulta: a primeira consulta pode ser a mais demorada, já que é nela que o médico deve investigar tudo de importante sobre a o bebê, sua saúde e hábitos e cuidados da mãe. Muitas destas informações podem prevenir futuros problemas, então procure perceber sua disponibilidade e interesse durante o primeiro encontro;
  • Disponibilidade: o médico pediatra sabe que imprevistos acontecem, e que ele deve estar disponível para os pais e bebê – passar o telefone celular e ter um colega substituto caso não possa atender;
  • Atrasos na consulta: os atrasos, seja por parte da mãe ou do médico, são prejudiciais para todos os envolvidos. Ambos devem manter contato para evitar transtornos;
  • Explicações: o médico sabe que os pais são muito preocupados com seus pequenos, e que muitas vezes os termos técnicos podem ser de difícil compreensão. Os pais gostam de saber tudo, nos mínimos detalhes, e o profissional deve esclarecer todas as dúvidas e procurar tranquilizar mãe e pai, oferecendo a segurança do tratamento adequado;
  • Consultório: o consultório deve ser um lugar calmo e cheio de brinquedos. Eles servem para entreter e também para que o profissional possa analisar como o bebê se comporta e interage;
  • Peça indicações a amigos e familiares: uma ótima maneira de encontrar um pediatra de confiança é conversando e pedindo indicações para amigos e familiares que possuem filhos.