Como definir os horários para seu filho

You are currently viewing Como definir os horários para seu filho
Foto: mojpedijatar.

Quando há criança pequena na família, os cuidados com o bebê, as tarefas domésticas, o trabalho fora de casa e tantas outras atividades exigem muito do tempo dos pais. São tantas coisas a fazer e resolver que o dia parece até mesmo não ter horas suficientes.

Se você se sente assim e percebe que não está reservando o tempo adequado para você e para sua família, é hora de organizar as coisas, definindo horários, criando uma rotina.

Leia ainda: Ioga para bebês

A criação da rotina

Quando os pais organizam uma agenda de horários e criam uma rotina para a família, o tempo torna-se mais eficaz e a criança percebe que há uma estrutura que ela precisa seguir, o que a deixa até mais segura.

Quando falamos em rotina, não significa rigidez. Quando há rotina, o tempo pode ser melhor administrado, sobrando mais horas para atividades interessantes para todos os membros da família. Não estar sempre apressado reduz ainda o nível de estresse – a pressa pode inclusive ser sentida pelas crianças.

Foto: mojpedijatar.
Foto: mojpedijatar.

Montando os horários

Existem duas atividades que devem guiar a rotina e o estabelecimento de horários. Trata-se das refeições e do momento de ir para a cama. O primeiro passo é estabelecer em que horário isso deve ser realizado diariamente.

A partir destas definições, monte os horários para o restante das atividades. Procure deixar sempre uma “margem de erro”, um tempinho a mais para imprevistos que podem provocar atrasos.

Adaptações

Faça adaptações para o verão, por exemplo, quando escurece mais tarde. Faça também para os finais de semana, quando os horários podem ser um pouco mais flexíveis.

Atenção às crianças

Os pais devem reservar horários para a dedicação aos filhos e se revesarem. À noite, após o banho, quando um promove uma brincadeira, o outro pode ser o responsável por contar histórias.

Equipe Gestação Bebê

A equipe de redatores do Gestação Bebê é formada por jornalistas e profissionais convidados de diversas áreas, como pediatria e psicologia.

Deixe uma resposta