Search
Search
X

Bronquiolite em bebê: como tratar e curar

Saiba como é o tratamento e o prognóstico da bronquiolite em recém-nascidos

Afinal, o que é bronquiolite? A bronquiolite é uma infecção do trato respiratório inferior, caracterizada pela inflamação dos bronquíolos. Ela acontece a partir de uma infecção viral e pode ocorrer em pessoas de qualquer idade, mas os sintomas graves são geralmente evidentes apenas em bebês.

Nos dois primeiros anos de vida, mais de um terço das crianças desenvolverá bronquiolite, sendo que dentre essas crianças, 1 em cada 10 serão hospitalizadas.

Causas

As causas virais comuns da bronquiolite incluem o vírus sincicial respiratório (mais incidente), parainfluenza, influenza, metapneumovírus humano e rinovírus.

Sintomas da bronquiolite

bronquiolite tratamento

Os sinais clínicos da bronquiolite podem incluir rinite, tosse, febre, além da emissão de um chiado característico da doença. Foto: Pixabay

Diagnóstico

O diagnóstico da bronquiolite é baseado nos sinais clínicos, histórico da criança e exames físico, podendo ser empregadas técnicas recentes de detecção do vírus.

Tratamento da Bronquiolite

Embora numerosas medicações e intervenções tenham sido estudadas para o tratamento da bronquiolite, acredita-se atualmente que apenas o aumento da oxigenação melhora sensivelmente a condição dos bebês. Uma vez que não existe uma terapia antiviral definitiva para a maioria das causas de bronquiolite, o tratamento é dirigido para o alívio dos sintomas e a manutenção da hidratação e da oxigenação.

Diretrizes para o tratamento da bronquiolite em bebês

As opções terapêuticas para o tratamento da bronquiolite são limitadas e baseia-se em cuidados de suporte, oxigenação, hidratação e controle da febre.  A oxigenoterapia fornece oxigênio aos pulmões e atua como um broncodilatador direto, aliviando os sintomas.

A terapia de solução salina hipertônica de inalação foi estudada em numerosos ensaios clínicos.  Pesquisas recentes mostraram que a solução salina hipertônica reduziu as taxas de admissão nos departamentos hospitalares de emergência. Dada a segurança dessa terapia e ausência de outras terapias eficazes para os pacientes, o uso de tal solução deve ser testado em doses múltiplas com nebulização.

bronquiolite é contagioso

Foto: Vapotherm

A Academia de Pediatria (AAP) publicou orientações atualizadas sobre o tratamento da bronquiolite, que incluem as seguintes recomendações:



-A solução salina hipertônica (3%) administrada por nebulização pode melhorar os sintomas de bronquiolite.
-A nutrição e a hidratação devem ser avaliadas.
-A capacidade de uma criança com dificuldade respiratória devido à bronquiolite de tomar fluidos orais deve ser avaliada e a hidratação nasogástrica ou intravenosa pode ser utilizada conforme -necessário.
-O oxigênio suplementar não deve ser rotineiramente usado em pacientes com saturação acima de 90% na oximetria de pulso.
-Os antibacterianos devem ser usados ​​somente após a coexistência comprovada de infecção bacteriana.
-A sucção profunda pode proporcionar alívio temporário, mas tem sido associada a hospitalização mais longa.
-A descontaminação manual é indicada para prevenir a disseminação nosocomial.
-Os bebês não devem ser expostos ao tabagismo passivo, e os médicos devem indagar aos pais e familiares sobre esse hábito e incentivar a cessação.
-A amamentação é recomendada.

bronquiolite tratamento

Foto: ActuallyMummy

Leia mais: Com Bronquiolite, filho de Rafa Brites e Felipe Andreoli fica na UTI por 6 dias

Prognóstico da Bronquiolite

Com reconhecimento precoce e o tratamento, o prognóstico da bronquiolite é geralmente muito bom.

Bronquiolite pode matar? Tem cura?

A maioria dos bebês com bronquiolite, independentemente da gravidade, se recupera sem sequelas. O curso da doença é geralmente de 7-10 dias, mas alguns permanecem doentes por algumas semanas.

Bronquiolite em bebê: como tratar e curar
Avalie esta matéria!






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*