Bebê com alergia ao leite

Este assunto causa dúvidas em muitas mães, afinal, o leite é o principal alimento dos bebês. Mas, a alergia do bebê se estende ao leite materno? As informações a seguir pretendem esclarecer todas as suas dúvidas.

Alergia ao leite materno ou de vaca?

Os bebês não possuem alergia do leite materno, e sim ao de vaca, devido a uma proteína existente nele. O problema acontece com cerca de 5% das crianças. Os problemas são evidenciados logo após o desmame.

Muitas vezes a mãe oferece ao bebê os dois leites simultaneamente, materno e de vaca, o que faz com que acredite que o problema é com leite de maneira geral, mas não.

 Leia ainda: Dança do ventre para gestantes

Causas

Muitas podem ser as causas da alergia. Uma das explicações é a predisposição genética. Outra é a introdução precoce do leite de vaca na alimentação do bebê.

Sintomas

Os sintomas mais comuns são cólica, diarréia e vômito. O bebê pode ainda ter irritação na pele, espirros, tosse e nariz escorrendo.

Solução para o problema

A alergia ao leite é algo passageiro. Com o passar do tempo e com o aumento da imunidade do bebê, ele vai se tornando naturalmente resistente à proteína, ingerindo leite de vaca sem grandes problemas.

Quando completam um ano de vida, metade dos bebês segue com a alergia. Ao fazer dois anos, 25%, e o problema persiste em em apenas 10%.

Cuidados necessários

Para evitar e vencer o problema, os pais devem tomar alguns cuidados com os bebês. O aleitamento materno, por exemplo, deve ser feito até, no minimo, os seis meses de idade – nesse período o bebê não deve e não precisa ingerir qualquer outro alimento.

Quando for realizar o desmame do bebê, procure um médico e siga suas recomendações. Vale lembrar que a alergia ao leite pelo bebê não significa intolerância à lactose.

 

 

Avalie este conteúdo!