Search
Search
X

Anticoncepcional para lactantes: nomes e marcas

Você sabia existem anticoncepcionais indicados para mamães que estão amamentando? Entenda:

Anticoncepcional para lactantes: Precisamos ter mais cuidado?

Após o período de resguardo que vem em seguida ao nascimento do bebê, é preciso tomar os devidos cuidados antes de retomar a atividade sexual. Voltar a tomar anticoncepcional é importante para evitar a ocorrência de uma gravidez emendada.

Porém, a fase de amamentação requer uma atenção especial em relação a qual anticoncepcional para lactantes tomar.

Como é o anticoncepcional para lactantes

O anticoncepcional para lactantes em geral é feito à base de apenas um hormônio, sendo que a maioria deles contêm a progesterona sintética. Esse hormônio oferece segurança na prevenção da gravidez e auxilia na formação do leite pelo tempo que a mamãe quiser amamentar.

remédio anticoncepcional para quem amamenta

Trata-se de um hormônio que está presente no corpo feminino e, assim como todo medicamento, deve ser consumido sob orientação de um profissional.

Anticoncepcional para lactantes: nomes e marcas

Cerazette: Possui como princípio ativo o progestágeno isolado desogestrel. Essa pílula tem a progesterona sintética como base e deve ser usada de forma contínua, sem pausas ao terminar a cartela. A menstruação vem depois da quarta semana do consumo.

Micronor: Com uma dosagem baixa de hormônios, é indicada para a mulher que teve bebê recentemente e está voltando a tomar contraceptivo. O uso é feito tomando uma pílula por dia, sem pausa entre uma cartela e a seguinte.

Minipil: Eficiente e de baixo custo, essa pílula à base de progesterona é também recomendada para lactantes e quem acabou de ter um bebê. Ele pode ser comprado sem receita e deve ser ingerido diariamente, com pausa de 7 dias ao final da cartela.

Depo Provera: Consiste em um medicamento injetável de efeito prolongado. Possui a progesterona como base e sua duração é por volta de 3 meses.

lactante anticoncepcional

Foto: Hagah

Até quando tomar o anticoncepcional para lactantes

As pílulas tomadas por mulheres que estão amamentando devem ser consumidas até que o bebê comece a mamar por apenas uma ou 2 vezes diariamente, o que acontece entre 9 meses a 1 ano.



Nesse período, a mãe já pode voltar a utilizar o método contraceptivo de antes da gravidez. Vale lembrar que essa decisão deve ser tomada após receber a orientação do médico.

Efeitos colaterais dos anticoncepcionais usados na amamentação

Assim como qualquer anticoncepcional em pílula ou injetável, o anticoncepcional para lactantes também pode trazer efeitos colaterais. Entre os efeitos colaterais mais comuns estão:

-Sonolência
-Mamas sensíveis
-Escapes
-Aumento de peso

anticoncepcional para quem amamenta

Foto: Netdoktor

Adaptação à nova medicação

Cada corpo se adapta ao anticoncepcional em seu próprio tempo e, por esse motivo, o ideal é que a mulher tome cuidado nos primeiros dias em que está tomando uma nova medicação. Algumas podem apresentar sintomas como inchaço, dores de cabeça ou cólica, mas a maioria dos organismos se adapta bem logo de início.

Apesar de as chances de engravidar serem menores no primeiro e segundo mês após o nascimento do bebê, é possível que isso aconteça. Por isso, o ideal é conversar com o médico para que ele indique qual o melhor anticoncepcional para lactantes. Isso trará mais tranquilidade para a sua vidada sexual.

Anticoncepcional para lactantes: nomes e marcas
Avalie esta matéria!






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*