Alisamento de cabelo na Gravidez – O que pode e o que não pode?

Durante a gestação, as mulheres precisam ficar atentas aos procedimentos estéticos e de beleza que realizam. Se antes de gravidez eles eram constantes, depois da chegada do bebê é necessário avaliar se eles oferecem algum risco à saúde do pequeno. Este é o caso do alisamento de cabelo, técnica que pode ser bem agressiva devido aos fortes produtos utilizados. Veja a seguir se é permitido ou não alisar os cabelos durante os nove meses:

Tratamentos químicos

O grande problema dos mais variados tratamentos químicos é que a maioria deles contém doses de formal, que podem variar. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) e o Instituto Nacional do Câncer, esta substância pode causar câncer.

Leia ainda: Nomes femininos com seus significados

Escova progressiva

Ainda não é possível dizer com certeza se a escova progressiva causa problemas à saúde do bebê. Por esse motivo, muitos médicos preferem que suas pacientes não se arrisquem e não realizem o procedimento. Isso vale especialmente para o primeiro trimestre de gestação, período vital em que muitos órgãos estão se formando.

Foto: bolsa de mulher.

Foto: bolsa de mulher.

Outras escovas e outros produtos

Estão na moda outras escovas, como as escovas de chocolate ou de frutas. No entanto, elas também devem ser evitadas pois podem conter formol.

Alguns produtos são certificados pela Anvisa e não possuem formol, sendo eficazes para o alisamento. Eles possuem substâncias como carbonato de guanidina, por exemplo. No entanto, é necessário consultar o médico e analisar cada caso antes da realização do procedimento.

Salão de confiança

Além de tudo isso, é indispensável que a mulher realize qualquer procedimento em salão de confiança, uma vez que em alguns o formol pode ser adicionado ao produto escolhido e que não contém a substância para potencializar o efeito da escova. Sempre revele que você está gravida e que não deseja formol.