Virose no bebê – Cuidados, Sintomas

Quando pequenas, as crianças costumam estar mais vulneráveis e por isso é mais comum que fiquem doentes. Durante os três primeiros anos de vida é normal que adoeçam mais vezes, já que o sistema imunológico ainda é frágil, não se desenvolveu completamente – até esta idade os pequenos podem chegar a ter oito quadros infecciosos por ano.

Quando o problema é detectado como virose, muitos pais ficam sem saber ao certo do que se trata, e em alguns casos chegam a desconfiar dos médicos. No entanto, é fato que as viroses afetam muito facilmente os bebês. Se você possui dúvidas sobre o assunto, saiba mais a seguir:

O que são viroses?

Viroses são todas as infecções causadas por vírus. De acordo com especialistas, o

problema totaliza quase 90% de todas as ocorrências de infecção infantil.

O diagnóstico geralmente é bastante geral, já que é difícil que o médico saiba ao certo qual o vírus em questão – já que existem muitos – e uma investigação cuidadosa demoraria provavelmente mais tempo do que o necessário para que o bebê seja curado.

Sintomas

Os sintomas mais comuns são febre, diarreia, vômito, indisposição e mal-estar.

Tratamento

São poucos os problemas causados por vírus que podem ser tratados com medicamntos. Na maioria dos casos, a recomendação médica é para que os pais aguardem, já que o corpo tende a acabar com a virose por conta própria.

Os antibióticos devem ser utilizados somente contra bactérias.

Cuidados

Em alguns casos, o médico pode receitar analgésico ou antitérmico para diminuir o mal-estar a criança. Outras instruções são inalação e líquidos, para reidratar em caso de vômito ou diarreia.

As viroses costumam durar de três dias a uma semana, mas é sempre indicado procurar um médico especialista para o diagnóstico correto, bem como cuidados e remédios necessários.