Tatuagem durante a gestação: pode ou não pode?

You are currently viewing Tatuagem durante a gestação: pode ou não pode?
Foto: mamaeonline.

Você está planejando fazer uma tatuagem durante a gestação? Então desista. Segundo os médicos, esse é um período em que o corpo da mulher passa por muitas mudanças, e a tatuagem pode ser prejudicial tanto para mãe quanto para o bebê. A parte boa é que você vai ter mais tempo para escolher o desenho ideal.

Os riscos

Durante a gestação, as mudanças sofridas pela mulher são muitas. Além das transformações pelas quais passam os órgãos, existe a ação dos hormônios, as oscilações emocionais e a queda da imunidade, sendo assim, o corpo fica mais suscetível a doenças e infecções. As mulheres podem sofrer infecção de pele no local da tatuagem. A tinta utilizada para fazer os desenhos pode acabar prejudicando o bebê, mesmo ainda dentro da barriga de sua mãe. Se a tatuagem for feita nas costas, pode acabar atrapalhando a aplicação da anestesia, principalmente se ela for recente. Outro ponto importante é sabe se os materiais utilizados são descartáveis e esterilizados, caso contrário pode haver a transmissão de vírus das hepatites B e C e HIV.

Leia ainda: Dor no estômago durante a gravidez

Foto: mamaeonline.
Foto: mamaeonline.

Depois da gestação

A tatuagem deve ser feita no minimo após 40 dias do nascimento do bebê. Vale lembrar que depois da gestação o corpo ainda vai se recuperar e perder todos os quilinhos extras adquiridos e a pele ainda está bastante flácida, ou seja, não favorece a tatuagem pois será difícil saber exatamente como ela vai ficar.

Se a tatuagem for feita

Se a mulher fez uma tatuagem mas ainda não sabia que estava gravida, não é preciso se desesperar. Ela deve conversar com seu médico e contar a ele todos os detalhes. Os exames para a detecção das doenças citadas pode ser feito ainda durante o pré-natal e o profissional pode acabar repetindo-os ao final dos nove meses.

Equipe Gestação Bebê

A equipe de redatores do Gestação Bebê é formada por jornalistas e profissionais convidados de diversas áreas, como pediatria e psicologia.

Deixe um comentário