Posso fazer depilação durante a gravidez?

Toda mulher quer se manter bonita durante a gestação, um período em que o corpo feminino passa por muitas transformações. A ação dos hormônios e o crescimento do bebê trazem o ganho de peso, e muitas vezes a auto-estima pode sofrer um pouquinho.

No entanto, é necessário redobrar os cuidados durante a gestação, já que alguns procedimentos estéticos podem fazer mal para mãe e bebê. Será que este é o caso da depilação íntima? Ela pode continuar sendo realizada durante a espera do bebê? Veja a seguir esta e outras informações importantes sobre o assunto:

A depilação é permitida

A depilação intima é sim permitida durante a gestação. A mulher pode continuar utilizando tanto a lâmina quanto a cera fria ou quente para realizar a depilação Porém, os cremes depilatórios que não devem ser utilizados. É que eles podem ter em sua composição compostos químicos prejudiciais, que podem ser passados para o bebê por meio da corrente sanguínea, como o tioglicolato e a amônia. A depilação a laser também não deve ser realizada durante a gravidez. É que as mudanças hormonais podem acabar deixando as áreas em questão escurecidas.

Leia ainda: Dor no estômago durante a gravidez

Dor extra

Ao realizar a depilação durante a gravidez, a mulher precisa saber que poderá sentir um pouco mais de dor. Isso porque o fluxo sanguíneo em seu corpo aumentou desde a concepção de seu bebê, especialmente na região pélvica.

Se a depilação for realizada com lâmina, a mulher poderá notar o aumento do número de pelos encravados.

Foto: blog.myfatpocket.com

Foto: blog.myfatpocket.com

Higiene

Verificar a higiene do local em que se realiza a depilação é fundamental, já que isso pode acabar trazendo doenças à mulher. A cera utilizada para sua depilação, ainda que seja a quente, deve ser única e não reaproveitada de clientes anteriores. Os demais materiais também precisam ser descartáveis.