Cuidados com a visão do bebê

As crianças, ainda que pequenas, podem apresentar problemas de visão, que precisam ser corrigidos para que a vida e os aprendizados que virão aconteçam da maneira mais normal possível.

Os pequenos sempre apresentam sinais de que há algo errado, e cabe aos pais saber identificá-los. Veja a seguir mais sobre o assunto:

A visão das crianças

Quando o bebê nasce e abre os olhos, tem seu primeiro contato com o mundo real, inclusive visual. Por volta dos três meses de idade, a criança já é capaz de seguir objetos e No entanto, é somente a partir dos seis meses de idade que consegue enxergar tudo com nitidez: cores e formas. Antes disso, tudo não passava de um borrão.

 Leia ainda: Benefícios da amamentação para o bebê

Prejuízos que os problemas de visão podem trazer ao bebê

Os problemas de visão dos bebês podem trazer muitos problemas às crianças, como o comprometimento da capacidade cognitiva, motora e afetiva. A criança pode não conseguir se relacionar adequadamente, uma vez que depende da visualização de gestos e atitudes para tanto.

Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

Importância do pré-natal

É do nascimento até atingir um ano e meio que o bebê tem sua visão formada e totalmente desenvolvida, por isso este período merece cuidado. Os cuidados, porém, devem começar no pré-natal. Exames feitos ainda durante a gestação podem detectar a existência de micro-organismos que podem atrapalhar os vasos sanguíneos que irrigam o sistema ocular do bebê. O médico poderá indicar o melhor tratamento.

Cuidados pós-parto

Os bebês prematuros precisam de mais cuidados. Logo ao nascer, o bebê deve receber um colírio de nitrato de prata ou iodopovidona para evitar contaminação por algumas bactérias presentes no canal vaginal da mulher.

Sinais de problemas

Como já foi dito, as crianças dão aos pais alguns sinais de há algo errado com suas visões: esbarrões, lágrimas, dores de cabeça e intolerância à luz são alguns deles.