Como lidar com o trabalho durante a gestação

A vida está cada vez mais atribulada e em um mundo tão competitivo, o trabalho ocupa grande parte do tempo das pessoas. Hoje é difícil até mesmo se desligar das preocupações e responsabilidades durante os momentos de folga e férias. Diante deste cenário, muitas mulheres ficam perdidas quando descobrem que estão gravidas: afinal, como conciliar?

Leia ainda: Remédios homeopáticos na gestação

Gestação e trabalho

Se o trabalho demanda grande parte do tempo das mulheres, a gestação também é um momento que precisa de dedicação. Afinal, são consultas ao médico, acompanhamento pré-natal, compra de enxoval, etc. Além de tudo isso, a ação dos hormônios provoca muitas mudanças e sensações novas nas gestantes, que no início vão sentir náuseas, enjoos e muito cansaço, o que pode comprometer o rendimento no trabalho.

Ao final da gestação, dores nas costas, membros inferiores inchados e constante vontade de ir ao banheiro também podem tornar incômodo o fato de ter que ficar por horas sentada no escritório ou passar longos períodos em pé. Apesar de variações de mulher para mulher – algumas trabalham normalmente e sentem-se bastante dispostas até o nono mês –, o fato é que todas estas transformações são inevitáveis e fazem parte de um momento único.

Foto: cdn.wallstcheatsheet.com.

Foto: cdn.wallstcheatsheet.com.

Realização profissional e autoestima

Para a maioria das mulheres, o trabalho significa ainda realização pessoal e profissional. Ele é capaz de promover integração e de elevar a autoestima, fundamentais para este período. Quando a mulher está bem, transmite boas energias para sua família e para o bebê.

O segredo está em saber dosar: a família, a saúde e o bebê precisarão de mais atenção neste período. Trabalhe normalmente, mas lembre-se de aproveitar cada um dos momentos e sensações que a gestação te proporciona. Durante a licença maternidade, também aproveite para se dedicar integralmente ao novo membro de sua família.