Como escolher a banheira ideal para o bebê

You are currently viewing Como escolher a banheira ideal para o bebê

O momento de dar banho no bebê pode deixar algumas mães inseguras, já que o pequeno é ainda tão frágil. Sendo assim, a preocupação com a banheira mais adequada e segura começa cedo, enquanto a mulher ainda está preparando o enxoval da criança.

As mães de primeira viagem podem sofrer ainda mais neste processo de escolha. É que o mercado oferece uma infinidade de produtos, modelos, funções. Dentre todos eles, qual é o mais indicado?

Vamos à resposta:

Banheira e Tummy Tub

Se você ainda não ouviu falar em Tummy Tub, com certeza vai ouvir seu nome quando começar a visitar as lojas especializadas para a compra da banheira. A banheira serve para dar o banho do bebê. Já o Tummy Tub não é exatamente uma banheira.

Nele não é possível lavar todo o bebê adequadamente. Ele serve para relaxar e acalmar a criança na água quando ela tiver crises de cólica, por exemplo. Algumas mães recomendam a compra de ambos. Mas lembre-se que a banheira é fundamental, o Tummy Tub é como se fosse um mimo para o bebê.

Foto: www.momsbalancingact.com
Foto: www.momsbalancingact.com

Leia ainda: Primeiros sinais do nascimento do dente do bebê

Modelos tradicional e para pia

O modelo de banheira tradicional você já conhece, mesmo que esteja esperando seu primeiro bebê. Mas, outros modelos estão por aí com o objetivo de facilitar a vida das mamães. O modelo para pia é um modelo de banheira bastante compacto, que realmente cabe ajustado dentro da bia do banheiro. Ela é indicada para bebês com idade entre 0 e 6 meses, não mais do que isso. Também é prática para espaços pequenos e para levar em viagens.

Assentos

Algumas banheiras já vem com acentos protetoras para os bebês ficarem melhor posicionados. Outras não possuem o acento, mas ele pode ser comprado separadamente. O mesmo vale para as redinhas.

Equipe Gestação Bebê

A equipe de redatores do Gestação Bebê é formada por jornalistas e profissionais convidados de diversas áreas, como pediatria e psicologia.

Deixe um comentário