Com quantos meses o bebê pode tomar café?

You are currently viewing Com quantos meses o bebê pode tomar café?
Foto: images.essentialbaby.

Até os seis meses de idade, os pais não precisam se preocupar: o leite materno deve ser o único alimento consumido pelo bebê. O leite produzido pela mãe possui todos os nutrientes para suprir as necessidades iniciais da criança. E mais, o leite materno é rico até mesmo em anticorpos que vão fortalecer o sistema imunológico do recém-nascido. Nos primeiros meses, nem mesmo água deve ser oferecida ao bebê.

Mas, como cuidar da alimentação conforme o bebê vai crescendo? O que pode e o que não é permitido oferecer ao pequeno? Veja a seguir a resposta para uma bebida muito presente na casa dos brasileiros, o café:

Cuidando da alimentação dos bebês

O cuidado com a alimentação das crianças deve acompanhar os pais desde o início da vida da criança até que ela fique crescida. É que a alimentação é uma importante fonte para que os pequenos cresçam e se desenvolvam adequadamente. Porém, em um mundo cheio de opções e praticidades, fica difícil não cair na tentação e não optar por alimentos industrializados na hora de alimentar seu filho, não é mesmo? Mas saiba também que os alimentos são até mesmo capazes de aliviar sintomas comuns aos bebês, e também bastante incômodos, como os gases.

Leia ainda: Quem tem lúpus pode engravidar?

Foto: images.essentialbaby.
Foto: images.essentialbaby.

Café

O café é uma das bebidas mais populares no Brasil. Alias, o brasileiro é um dos povos que mais consome café no mundo. Quando os pais adoram café, eles podem oferecer a bebida a seus filhos também? O café deve ser oferecido para crianças a partir dos dois anos de idade, já que se trata de um estimulante. A opção pode até mesmo ser mais saudável do que os tradicionais achocolatados na hora do preparo do leite, no entanto, a quantidade não pode ultrapassar 40 ml por dia.

Equipe Gestação Bebê

A equipe de redatores do Gestação Bebê é formada por jornalistas e profissionais convidados de diversas áreas, como pediatria e psicologia.

Deixe uma resposta