Calmantes naturais para o bebê

You are currently viewing Calmantes naturais para o bebê

Existem momentos em que o bebê começa a chorar e os pais simplesmente já não sabem mais o que fazer: a fralda está limpinha, ele está alimentado, não parece ser cólica… Então, como acalmar a criança?

Algumas alternativas simples, ao alcance de todos e “caseiras” ajudam bastante. Anote todas as dicas aí e coloque em prática quando precisar:

 Leia ainda: Aprenda a incluir ômega 3 durante a gestação

Dicas “caseiras” para acalmar o bebê

  • Cantinho aconchegante: pode parecer que não dá certo, mas levar o bebê para um local silencioso e tranquilo, abaixar as luzes e embalá-lo ajuda sim a acalmá-lo. A criança pequena não está pronta para lidar com tantos estímulos quanto os adultos, por isso ao chegar no final do dia pode estar mais cansada e estressada. Sendo assim, afastar televisão, brinquedos barulhentos e luz ajuda o pequeno a relaxar;
  • como-acalmar-bebe
  • Pequeno passeio: leve o bebê para dar um passeio, nem que seja uma voltinha no jardim ou na rua, em frente ao portão. Ao contrário do que os adultos podem imaginar, as crianças, mesmo recém-nascidas, já conseguem diferenciar um ambiente interno de um externo, e essa mudança de ambientes é positiva. Afinal, até os adultos quando ficam muito tempo fechados em um mesmo lugar sentem-se estressados;
  • Músicas e sons: mesmo quando estava no útero materno, o bebê já identificava diferentes sons. Coloque pra ele ouvir uma música calma ou um som que você escutava bastante durante a gestação. Isso certamente vai acalmá-lo;
  • Carinho: uma crise de choro pode sim ir embora com uma boa dose de carinho. O contato com a pele do bebê traz para ele bem-estar e proteção;
  • Deixar o bebê no colo de outra pessoa: às vezes podemos não perceber, mas cada pessoa tem um jeito de segurar um bebê. Muitas vezes, tudo o que ele precisa para parar de chorar é ser segurado de maneira diferente, ficar no colo de outra pessoa.

Equipe Gestação Bebê

A equipe de redatores do Gestação Bebê é formada por jornalistas e profissionais convidados de diversas áreas, como pediatria e psicologia.

Este post tem um comentário

  1. lucuvania

    Adorei as vezes fico sem saber o q fazer

Deixe uma resposta