Search

Bolsa Rota, o que é?

Nem sempre, ao final dos nove meses, a bolsa se rompe e a mulher entra em trabalho de parto. Em alguns casos, pode acontecer o que se chama de bolsa rota. Você já ouviu falar do problema? É importante que todas as gestantes saibam do que se trata para que possam identificar seus possíveis sintomas e alertar o médico. Veja a seguir todas as informações importantes sobre o assunto:

O que é bolsa rota?

Dentro do útero materno, o bebê fica envolto a uma membrana mergulhado no líquido amniótico, que é capaz de proteger a criança de impactos, quedas e infecções. Quando a membrana se rompe por completo, ao final da gestação, a mulher entra em trabalho de parto. Em outros casos, porém, a bolsa pode se romper parcialmente, o que caracteriza a bolsa rota. O problema pode acontecer em qualquer período da gestação.

Leia ainda: Dicas para fazer o bebê dormir a noite inteira

Sintomas

   

Os sintomas da bolsa rota são umidade vaginal excessiva – em alguns casos ela é capaz de molhar as roupas da gestante. Além disso, diminuição do líquido amniótico e abaixamento da barriga, o que acontece de uma hora para a outra. Ao perceber estes sintomas, é preciso procurar um médico. O profissional pode dizer que se trata de uma umidade normal, mas insista para que ele faça exames específicos se acreditar que algo está realmente errado.

Receba notícias do Gestação Bebê. É grátis!

messengerFacebook Messenger

Tudo sobre gravidez e filhos pelo chatbot do Gestação para o Facebook Messengergestação botao

Consequências negativas para o bebê

O rompimento parcial da bolsa pode fazer com que o bebê fique exposto a bactérias e infecções – o mesmo acontece com a mulher. Além disso, o parto prematuro é um risco.

Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

O que fazer?



Quando a bolsa rota ocorre ao final da gestação, o médico pode optar por realizar o parto. Caso o problema aconteça antes dos seis meses do feto, porém, o parto prematuro pode ser descartado e um tratamento para afastar infecções e desconfortos para o bebê será iniciado o mais rápido possível.

Avalie esta matéria!

- Publicidade -

- Publicidade -




5 comentários em “Bolsa Rota, o que é?

  1. AvatarSolange de Jesus Ramos

    Eu tive bolsa rota mais os médicos não mim falaram fiz várias ultrassonografias mais nunca falaram sentia muitas coisas quando o médico mim falou foi depois do parto assim mesmo tive meu filho sozinha eles demoraram a aparecer. Assim mesmo o médico só avisaram porque perguntei o motivo de eles estavam dando injeções no meu filho aí veio a notícia q eu tive bolsa rota e não mim explicaram o q era. Meu filho sentiu tanta coisas a pele cheia de caroços deu pneumonia e ficou enternado várias vezes no entanto ele com 6 anos deu problema de vista 0, 50 é muito grave pra idade dele fiquei muita irritada sofrir junto com ele até refluxo ele deu. Desculpe esse meu desabafo bjos

  2. AvatarAngelita

    Tive bolsa rota com 23 semanas…fiquei internada 21 dias com zero de água.Depois entrei em trabalho de parto e tive meu filho com 26 semana.Ele ficou internado na UTI por 5 dias e feio a falecer.Todos os médicos falaram que foi uma infeção mais fiz todos exames e não deu nada.Tenho muito medo de engravidar de novo.

  3. AvatarRayza

    Tive bolsa rota com 34 semanas,fiquei internada 4 dias pra tomar injeções para amadurecer o pulmão da minha filha, no final deaaea 4 dias o medico fe minha cesariana, minha filha nasceu perfeita, não preciaou ficar nenhum dia na Neonatal.Esta cheia de saúde graças a Deus.

  4. AvatarEdilaine de melo gomes

    Estou com 35 semanas de gestaçao sinto muitas vezes como se eu estivesse feito xixi qndo vou ver a calcinha esta molhada e dependendo a calça tbm sera q pode ser bolsa rota é um liquido branquinho

  5. AvatarWendyel vieira

    Tive bolsa rota desde o começo do quinto mes e com 27 semanas fui internada e fiquei 2 meses, sempre fazendo exames para ver se não tinha infecções dia sim dia não, fazia hemograma, perdia muito líquido diariamente tendo sempre que dormir com uma toalha de banho e trocava as Vezes 2 ou 3 toalhas por noite e toda manhã vinham ver o cheiro da toalha senão tinha mudado, que seria outra característica de infecção com 34 semanas fizeram a cesarea onde a linha de prematuridade e de infecção se encontram, no caso que quando chega nas 34 semanas os risco de morte por prematuridade abaixa e depois das 34 semanas o risco de morte por infecção aumenta, Nesse caso a criança e a mãe correm risco. Dia 29 de março de 2016 nasceu minha menina, ficou 18 dias na uti neonatal e 5 no quarto já amamentando . GRAÇAS A DEUS consegui segurar ela até as 34 semanas, fiquei em repouso os 2 meses direto com o quadril e as penas altas para o líquido ficar na parte superior para a bb continuar produzindo e toda semana fazia ultrassom para ver o movimento respiratório do feto, se totalizou 86 dias de internação e ainda longe da minha cidade e hoje faz 14 dias que ganhamos alta. Tenho muita gratidão por todos que fizeram parte da minha vida dentro da Maternidade Carmela Dutra em Florianópolis Maria Eduarda foi minha grande vitória Guerreira desde pequena ❤

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*