Bebê que anda na ponta dos pés

Bebê que anda na ponta dos pés é normal? Prejudica o movimento? Tire suas dúvidas!

Ver um bebê engatinhar é uma delícia, não é? E quando ele começa a dar os primeiros passinhos, é encantador! Nesta fase os bebês caem. Levantam. Sempre debaixo de aplausos e, geralmente, rodeados por uma plateia babona.

É sabido da maioria que, para que a criança aprenda os movimentos adequados do “processo andar”, leva um bom tempo, certo? Sim. Neste período, andar na ponta dos pés também é uma atitude comum aos bebês. Quem afirma é a pediatra Maria do Socorro Cronemberger, especializada pela Sociedade Brasileira de Pediatria.

“É normal o bebê andar na ponta dos pés, geralmente, quando começa a dar os primeiros passos. Podendo persistir por um bom tempo”, destaca a pediatra. Segundo ela, a regressão costuma ser espontânea.

Mesmo que existam alguns padrões, cada criança tem o seu tempo e o seu desenvolvimento. Mas, de acordo com a médica, se o hábito continuar, é fundamental consultar um especialista.

Foto: Bleubirdblog

Foto: Bleubirdblog

Bebê que anda na ponta dos pés

A opinião dos especialistas no assunto é divergente, mas grande parte deles estipula que até dois anos de idade o andar na ponta dos pés seja um hábito normal. No entanto, caso ultrapasse os dois anos, o ideal é investigar a causa – que pode estar associada a alterações musculares ou neurológicas.

Claro, como a doutora já explicou acima, cada criança tem a sua evolução motora. E esse desenvolvimento do andar pode estar atrelado a diversos fatores como histórico familiar e genético, manha (birra) ou outras especificidades da criança.

Leia mais: Desenvolvimento motor do bebê mês a mês

Por isso, mamães, não se desesperem! O conselho da médica é que, assim que a criança começar a dar os primeiros passos, os pais façam observações e sempre relatem ao profissional de saúde que a acompanha qualquer atitude que julgarem anormal.

Foto: Pontianak.tribunnews

Foto: Pontianak.tribunnews

“Sempre que houver dúvida sobre o tempo que seu filho persiste em andar nas pontas dos pés, leve-o para uma avaliação com o pediatra dele, que deverá encaminhá-lo ao ortopedista, se julgar necessário”, sugere a doutora Maria do Socorro.

E no mais, “existem excelentes estudos de ortopedia relacionados às diversas fases do processo de engatinhar e de andar, além de tratamentos especializados. Portanto, mamãe, se tem um bebê que anda na ponta dos pés, mantenha a calma e não dê diagnóstico para seus filhos.”