Papel dos pais durante a gravidez, como ajudar?

Afinal de contas, qual o papel dos pais durante a gravidez? Confira nessa matéria como essa etapa especial na vida do casal deve ser compartilhada.

Durante uma gravidez é mais do que natural que o peso desse momento caia mais sobre os ombros da gestante. Afinal, é ela quem vai carregar o bebê por meses a fio, fazer baterias de exames, controlar a alimentação, fazer consultas periódicas, engordar e cansar.

Muitos pais ficam sem saber como fazer para ajudar. Pode ser por não compreenderem as necessidades da gestante, por acharem que não há o que fazer ou simplesmente por não saberem no que podem cooperar.

Mas além de apenas se preocupar, há muito que o pai pode fazer durante a gravidez para ajudar em vários aspectos. Desde o início, a compreensão das dificuldades do momento e o apoio emocional já são os mais importantes e necessários. A gravidez é um momento emocionalmente delicado e todo apoio é sempre bem vindo.

Leia também: Dicas para incluir o papai no álbum do bebê

Na evolução da gravidez, o pai também pode se comprometer com tarefas de casa mais pesadas, ajudar em qualquer atividade que exija esforço e ajudar a proporcionar à gravida os momentos de descanso tão importantes durante a gravidez.

Foto: Hastatv

Foto: Hastatv

E durante o parto, a presença dele ainda é mais importante. O Dr. Wallace Mendes, diretor médico da Maternidade Municipal Maria Amélia Buarque de Hollanda (RJ) explicou que a participação dos pais na gestação e nascimento está em consonância com a política de humanização da assistência ao parto. (Confira: Lei do Acompanhante no parto – Veja os direitos da gestante).

“Há evidências que comprovam que a presença do acompanhante no trabalho de parto confere segurança emocional à mulher e traz benefícios à saúde dela e do bebê. A integração do pai também possibilita o compartilhamento de experiências da gestante com o parceiro e estimula a formação de vínculo entre o pai e o filho. A presença do pai no parto constitui uma importante oportunidade de inserção na assistência materno-infantil e é cada vez mais incentivada devido aos claros benefícios na vida conjugal e familiar”, explicou o Dr. Wallace.

Além do carinho, do cuidado e da parceria durante a gravidez, há algumas dicas que podem ser passadas para os pais para ajudar e melhor desenvolver seu papel durante a gestação. Veja alguns e aproveite para dar o melhor de si nesse momento tão importante para a família e para o vínculo do casal:

Dicas para o pai durante a gestação

– É importante que o pai participe do pré-natal para entender melhor a gestação e receber orientações dos profissionais envolvidos. Vá junto aos exames e às consultas de pré-natal, participe e assim demonstre que vocês estão juntos nessa fase.

– O corpo da mulher passa por transformações e ela pode ter diversos sintomas como náuseas, alterações da pele e labilidade emocional.  Nesse momento, é preciso que ela seja compreendida e se sinta amada. Tenha paciência e faça elogios para manter a autoestima fortalecida.

– Organize as finanças e ofereça um bom suporte para a gestante. A gravidez traz para pais e mães uma preocupação a mais com a situação financeira da família e a com capacidade de oferecer tudo o que o bebê precisa. Nesse momento pode ser difícil para a grávida enxergar direito as necessidades e possibilidades e será de grande ajuda se o pai puder assumir a parte dessa organização. O pai deve ter em mente que é preciso se planejar financeiramente para custos que virão, como consultas médicas, enxoval do bebê, peças íntimas da mamãe (sutiãs de amamentação, camisolas,  etc) montagem e decoração do quartinho, além de medicamentos, kits de higiene e alguns mimos que toda mamãe e bebê adoram receber.

Foto:Pregnancyandbaby

Foto:Pregnancyandbaby

– “Os hábitos de vida da gestante precisam ser saudáveis e a participação do companheiro é fundamental. Ele pode acompanhá-la em sua dieta balanceada e evitar hábitos como tabagismo e ingestão de bebidas alcóolicas, para incentivá-la”, sugere o Dr. Wallace Mendes.

– Participe na escolha dos produtos para o bebê, dos móveis, roupas e o que mais for preciso comprar. Assim você vai estar inteirado de como tudo funciona e ainda ajudar sua parceira a tirar mais uma preocupação dos seus ombros. Você pode também se assumir responsável por alguns itens, como carrinho de bebê e bebê conforto para o carro e outros produtos que não dependam da mãe para serem escolhidos. Aproveite para se familiarizar e diferenciar alguns nomes de peças que o bebê usará com frequencia assim que nascer, como cueiro, pano de boca, enxugador, fralda, manta, fronha, lençol, etc. Principalmente nos primeiros dias, o pai deve ajudar a pegar essas peças no guarda-roupa, fazer a troca do bebê e até dar banho. Por que não?

O papel dos pais na gravidez não é só uma ajuda, mas essencial para o vínculo da família, para o bem estar da gestante e para uma integração perfeita entre o casal. Participe do processo da melhor maneira possível e assim você poderá ver que gravidez não é apenas coisa de mulher, mas sim de toda a família.