Grávida pode fazer tatuagem?

Quando a mulher está esperando um bebê, seu corpo passa por muitas mudanças. Algumas atitudes que antes pareciam inofensivas, podem agora fazer mal tanto para a gestação quanto para o bebê. No caso das tatuagens, a dúvida é frequente: as gravidas podem ou não podem fazer?

Tatuagem na gestação

Muitas mulheres, com o avançar da gestação, desejam fazer uma tatuagem em homenagem ao bebê que vai nascer. As mais pedidas são aquelas que reúnem o desenho de meninos ou meninas seguindo do nome que o bebê vai receber. Mas, será que o desejo pode ser colocado em pratica? A resposta é não.

A tatuagem não deve ser feita nem durante a gestação nem durante o pós-parto, quando o corpo ainda está se recuperando do nascimento do bebê e dos nove meses que o abrigou.

Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

 Leia ainda: Benefícios da gestação para a beleza

Por que não fazer?

A tatuagem não é recomendada na gestação por vários motivos. O primeiro deles é que a pele, durante a gestação, se estica bastante e muda muito, assim como todo o organismo para abrigar e promover o desenvolvimento do bebê.

De acordo com especialistas, todos os órgãos da mulher passam por mudanças devido à gestação. A imunidade fica baixa e a gestante pode adquirir infecções e doenças mais facilmente.

Outro ponto importante é que a tatuagem, se feita nas costas, pode atrapalhar a anestesia.

A tatuagem pode não ficar como se imaginava

Durante a gestação a mulher ganha, naturalmente, alguns quilinhos extras. A pele tende a estar mais flácida também. Assim, depois da gestação, quando o corpo voltar ao normal, a tatuagem feita pode não ter o aspecto estético esperado.

Quando é permitido?

Os médicos recomendam que as mulheres esperem cerca de 40 dias após a gestação para fazer uma tatuagem.

Cuidados necessários

Antes de fazer uma tatuagem, é necessário observar se o local oferece as condições de higiene necessárias, bem como materiais descartáveis.

 

 


  • Add Your Comment

    *