Search
Search
X

Crise dos 3 meses do bebê: quanto tempo dura?

Entenda tudo o que pode acontece durante o primeiro trimestre do bebê em casa, popularmente chamado como a crise dos 3 meses

A crise dos 3 meses é uma fase da vida do bebê que pode trazer preocupação para os pais, pois o bebê começa a mamar menos, chorar mais e ganhar menos peso. Porém, isso é algo completamente normal.  Aprenda a identificar os sintomas e saiba como lidar com essa crise.

Sintomas da Crise dos 3 meses do bebê

Durante a crise dos 3 meses, o bebê passa a apresentar uma série de sintomas característicos.  Por isso, é essencial conhecer quais são esses sintomas para se prevenir quando essa fase chegar:

-Para começar, o ritmo e os horários das mamadas são afetadas, pois o bebê passa a se distrair facilmente com o que ocorre a sua volta e se torna mais inquieto.
-O bebê começa a mamar por um período de tempo mais curto em relação a antes e pede o peito com uma frequência menor.
-Os seios ficam moles e parecem estar menos cheios, o que pode fazer as mães pensarem que estão produzindo menos leite.

crise dos 3 meses sintomas

Na crise dos 3 meses será um pouquinho mais complicado manter o bebê dormindo por um longo período. (Now You’re My Whole Life)

Como fica o sono nessa fase

O bebê passa a enxergar melhor e a reconhecer o mundo ao seu redor. Quando isso, ocorre, ele também começa a ter a percepção de que a mãe é um ser independente dele, o que pode ser algo angustiante para o bebê. Por isso, durante a crise dos 3 meses, o bebê acorda mais frequentemente e só se acalma quando vê a mãe.

É comum que a mãe acredite que o choro seja porque ele está com fome, mas o bebê pode sugar o seio quando oferecido mesmo sem sentir fome. O motivo é porque isso traz a sensação de segurança que ele tinha quando acreditava ser um só com a mãe.

crise dos 3 meses sintomas

Foto: Wellcare

Amamentação é alterada?

Com o tempo, o leite é eliminado mais facilmente do seio e o bebê passa a sugar com mais intensidade. Isso faz com que a sucção seja maior, reduzindo um pouco o tempo em que o bebê fica mamando. Isso pode fazer a mãe imaginar que o bebê esteja mamando menos, mas a quantidade ingerida continua a mesma.



Ocorre também uma redução no ganho de peso do bebê e os seios não se enchem mais como no início. Porém, não há a necessidade de introduzir fórmulas para uma complementação alimentar.

Choro nesse período

crise dos 3 meses sono

Foto: Kidspot

Ao passar a ter a compreensão de que ele e mãe não são um só, o bebê se mostra mais agitado e tem a tendência a chorar mais, o que é comum nessa fase da crise dos 3 meses.

Seja durante o dia ou à noite, essa fase vai incomodar um pouco os pais com o aumento da frequência de choro do bebê e será preciso ter paciência até que ela passe.

Quanto tempo dura a crise dos três meses?

A crise dos 3 meses dura cerca de 15 dias e é importante que os pais fiquem calmos e compreendam que essa fase vai passar, tendo em mente que faz parte do crescimento do bebê.

O apoio e a compreensão do restante da família também é fundamental. Após o fim da crise, a rotina irá ser restabelecida, sem que haja a necessidade de medicar o bebê.

Crise dos 3 meses do bebê: quanto tempo dura?
Avalie esta matéria!






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*