Como evitar inchaço durante a gestação

Próximo dos seis meses de gestação, é muito comum que as gestantes sintam-se inchadas: pés doloridos e pesados, sandálias apertadas, anéis que incomodam e não saem facilmente. Se você está próxima do segundo trimestre da gravidez, aproveite para saber mais sobre o inchaço:

Retenção de líquido na gravidez

O inchaço, também chamado pelos médicos de edema, ocorre principalmente nos pés e pernas. O problema ocorre devido a retenção de líquidos normal neste período, já que o crescimento do útero começa a comprimir os vasos sanguíneos localizados na região da bacia, o que prejudica a circulação nos membros inferiores. O sangue desce para os pés e penas bombeado pelo coração, mas quando precisa retornar encontra esta resistência.

Quando o sangue não consegue circular, a água contida nele acaba saindo pelas paredes dos vasos, o que causa o inchaço.

O inchaço é mais comum ao final do dia, quando a mulher já permaneceu em pé por muito tempo.

Como prevenir?

O inchaço é absolutamente normal neste período, já que ocorre devido a condições do corpo devido ao crescimento do novo ser que logo vai nascer. Porém, existem maneiras de evitar que sua intensidade seja forte ou mesmo que o inchaço apareça.

Uma delas é o cuidado com o peso. A mulher deve se alimentar bem, de maneira saudável e equilibrada, pois o excesso de peso é um agravante.

Outro fator prejudicial, inclusive para o bebê, é o tabagismo.

A mulher gravida deve ainda reduzir o sal em seus alimentos, já que ele retém líquido e aumenta o inchaço.

Dicas para se livrar do inchaço

Para aliviar o inchaço, a mulher deve realizar exercícios leves, sempre orientada por um médico, como caminhadas e hidroginástica.

Beber muito líquido é altamente recomendado. O mercado também oferece meias elásticas especiais para a circulação.

Outra dica é deitar, relaxar e colocar as pernas para cima, seja sobre um banquinho ou almofadas, o que ajuda o sangue a circular.