Aprenda quando colocar travesseiro para o bebê

Algumas coisas que para nós parecem simples e corriqueiras, precisam de cuidado e atenção quando se referem aos bebês. Antes de decidir qualquer coisa sobre eles, é preciso buscar informação.

O travesseiro, por exemplo, não devem ser utilizados por bebês recém-nascidos. O mercado oferece, hoje, muitos modelos, com as mais variadas funções, tudo para deixar os pequenos seguros e confortáveis. Você imaginava que o assunto tivesse um desdobramento tão grande? Pois é, veja a seguir mais informações:

Quando o bebê deve começar a usar travesseiro?

Os travesseiros devem ser inseridos na vida – ou noite – do bebê após os seis meses de idade. A partir daí eles contribuem para manter as vias aéreas livres e a coluna reta, o que facilita o sono.

 Leia ainda: Cuidados com a moleira do bebê

Posição correta para dormir

Muitos pais ainda se confundem, pois a recomendação não é antiga. A posição correta para o sono do bebê é com a barriga virada para cima. Segundo os médicos, a posição diminui as chances de asfixia, sufocamento e morte súbita.

Tamanho adequado

O travesseiro deve ter tamanho suficiente para ocupar todo o espaço entre a cabeça do bebê e o colchão. Quanto à espessura, fina. Quando, no entanto, os pais perceberem que o queixo do bebê está inclinado para baixo, o sinal é de que ela já está fino demais e deve ser trocado por outro, mais espesso.

Quando a criança abandonar o berço e começar a dormir na cama, o travesseiro deve ser novamente trocado por um de adulto, porém prestando atenção para seja fino.

Travesseiros especiais

Existem alguns travesseiros destinados a causas específicas, como por exemplo antissufocante, com furos para que o bebê respire melhor. Outro é para anti-refluxo, com inclinação que permite fácil respiração e digestão, evitando o problema. Pergunte ao médico pediatra qual o mais indicado para seu bebê.


  • Add Your Comment

    *