Como amenizar sintomas da vacina em bebês

As crianças não gostam, mas as vacinas são mais do que necessárias para a saúde dos bebês. Os pais, é claro, sempre ficam com dó quando seus filhos choram e fazem manha após as picadinhas. Veja a seguir como lidar com estes e outros sintomas:

A necessidade da imunização

Consulte periodicamente o médico pediatra. Ele fará o acompanhamento do bebê e vai ajudar a manter as vacinas em dia. Durante os primeiros meses de vida, são muitas, já que os bebês precisam fortalecer o sistema imunológico e se proteger contra riscos que já correm.

O pediatra vai apontar a real necessidade da imunização e quando ela deve ser feita.

 Leia ainda: Benefícios da amamentação prolongada

Cuidados antes de vacinar o bebê

  • A consulta médica antes da vacina vai ajudar a descobrir se o bebê possui alergia a algum dos componentes de sua fórmula. Muitas vezes alguns mediamentos podem afetar, inclusive diminuindo, o efeito das vacinas. O profissional vai saber orientar os pais nestes casos;
  • Exija que o local em que você vai vacinar o bebê forneça a origem da vacina, juntamente com data de validade e número do lote, que deve ser anotado na carteirinha de vacinação;
  • Certifique-se de que o local de aplicação da vacina seja certificado pela Vigilância Sanitária.

Amenizando os sintomas

Muito além do choro e da manha, as crianças podem sentir dor no local da aplicação da vacina e ter febre. O que fazer nestes casos? Uma compressa de gelo vai bem. Coloque as pedras enroladas a uma fralda limpa – é importante não deixar que o pano grude no local da picada para não aumentar a dor. Para o alívio da febre e da dor, alguns médicos recomendam a administração de medicamentos à base de paracetamol. Consulte o seu pediatra para saber se é permitido e qual a dose adequada.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*