Gestação de 33 a 34 semanas: Principais sintomas

Neste momento da gestação, faltam apenas algumas semanas para o tão esperado nascimento do bebê. É natural que os pais estejam ansiosos pelo grande dia, mas é necessário que não deixem de tomar os últimos cuidados para que tudo continue bem para a mãe e o bebê. Veja a seguir as principais mudanças e entenda os sintomas deste período:

Leia ainda: Como escolher o melhor tipo de parto

Semana 33: como estão bebê e mamãe?

O bebê está em pleno desenvolvimento, e seus cinco sentidos já estão funcionando completamente, prontos para o mundo exterior. Seu cérebro também está ficando cada vez mais rápido, e a cabeça do bebê teve sua circunferência aumentada em mais de um centímetro em comparação com a última semana. O pequeno tem agora 45 centímetros e 1,8 quilos – peso que deve dobrar até a 40ª semana.

A mulher, a partir daqui, tende a engordar meio quilo por semana, e deve continuar atenta, mais do que nunca, à dieta saudável e equilibrada.

O colostro, líquido anterior ao leite, está sendo produzido e pode começar a sair, o que absolutamente normal.

Semana 34: sintomas e características

O bebê mede agora aproximadamente 46 centímetros e pesa dois quilos. Devido ao tamanho, ele se moverá cada vez menos, já que não  tem muito espaço para isso no útero.

Neste momento, a cor dos olhos do pequeno é azul, o que será de fato definido somente após o nascimento e a exposição à luz – e pode demorar um pouco. A maioria dos bebês já está na chamada posição de entrega, com a cabeça para baixo e os pés para cima. Por isso, a dificuldade de respirar, muito comum até aqui, pode diminuir consideravelmente, já que a cabeça do bebê não está mais pressionando os pulmões.

A mulher deve estar, a partir de agora, em constante contato com seu médico, e informá-lo sobre todos os sintomas e mudanças.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*